Distância: 790 km
Tempo de viagem: 15:00

Dados da viagem

Saída de Montes Claros
Saída de Montes Claros 16/08 - 21:00 Praça da Estação Ferroviária
Chegada em Petrópolis
Chegada em Petrópolis 17/08 - 12:00
Retorno para Montes Claros
Retorno para Montes Claros 21/08 - 13:00
Chegada em Montes Claros
Chegada em Montes Claros 22/08 - 04:00 Praça da Estação Ferroviária

Transporte:

 

Microônibus executivo 31 lugares
Com ar-condicionado e poltronas reclináveis

 

Hospedagem:

 

Quarta – hotel em Petrópolis

Sábado – hotel em Teresópolis

Quinta e sexta – camping no Parque Nacional

Hospedaremos neste hotel no dia da chegada em Petrópolis, 17 de agosto

 

 

Hospedaremos neste hotel no sábado em Teresópolis, 21 de agosto

 

 

 

ATRAÇÕES DO ROTEIRO

Petrópolis

Irritado com as altas temperaturas da então capital federal, o Rio de Janeiro, Dom Pedro II e toda a realeza buscavam o clima ameno da serra para passar os meses de verão. Palácios foram erguidos aos montes e hoje a cidade preserva várias construções desse gênero, algumas abertas à visitação. Essa atmosfera imperial, aliada a deslumbrantes paisagens montanhosas, fez crescer o turismo na cidade, trazendo pessoas em busca de requinte e sossego, transformando o destino em um polo de pousadas charmosas e gastronomia de primeira.

Tarde livre para passeios pela cidade.

Sugestões de passeios

 

Palácio Quitandinha

 

 

Museu Imperial

 

 

Catedral São Pedro de Alcântara

 

 

A TRAVESSIA

A Travessia Petrópolis Teresópolis está localizada no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, em meio à exuberância da Mata Atlântica e entre as cidades serranas de Petrópolis, Guapimirim e Teresópolis.

Sendo considerada por muitos como o trekking ou a caminhada de longo curso mais bonita do Brasil, a Travessia Petrópolis Teresópolis apresenta diversos mirantes e visuais de tirar o fôlego, com muitas subidas e descidas íngremes é considerada uma caminhada difícil e possui cerca de 28 km ligando o município de Petrópolis ao de Teresópolis.

A Travessia geralmente é realizada em três dias, sendo o percurso dividido em:

Sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos – Petrópolis x Castelos do Açú
Castelos do Açú x Pedra do Sino
Pedra do Sino x Sede Sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos – Teresópolis.

 

 

ATRAÇÕES DO ROTEIRO

Primeiro dia

A caminhada até o Açú é considerada pesada devido à grande variação altitudinal. Parte-se da portaria do parque (cerca de 1.100m de altitude), chegando-se a 2.245m na Pedra do Açú. A caminhada é relativamente curta (pouco mais de 7 Km de extensão) mas demora cerca de 6 horas para o montanhista médio.
A travessia começa na Sede Petrópolis do PARNASO, no bairro do Bonfim. Após cerca de 40 minutos na trilha chega-se à entrada para a Gruta do Presidente e a Cachoeira Véu da Noiva. Mais 50 minutos de caminhada e chega-se à Pedra do Queijo, um bom local para descanso com vista panorâmica para o Vale do Bonfim e os picos da Alcobaça, do Alicate e outras montanhas de Petrópolis. Após mais 40 minutos de subida chega-se ao Ajax, local com fonte de água. O acampamento é proibido no local.
Após a passagem pelo Ajax inicia-se o trecho de subida mais íngreme de Petrópolis. Conhecido como Isabeloca, em homenagem a uma suposta passagem pelo local da princesa Isabel em lombo de mulas, este trecho encontra-se bastante erodido. A situação é agravada pelos diversos atalhos que a equipe do parque e voluntários vêm tentando fechar para evitar o agravamento da situação.
Ao fim da Isabeloca chega-se ao Chapadão, trecho mais plano de onde já se avista a Pedra do Açu, também conhecida como pico do Cruzeiro, ponto mais alto de Petrópolis, e os Castelos do Açu, interessante formação rochosa cheia de reentrâncias onde é possível se abrigar da chuva e do vento.
Próximo aos Castelos do Açu existe um dos dois Abrigos de Montanha ao longo da Travessia (o outro sendo na Pedra do Sino) e a área de camping adjacente. Este é o local do primeiro pernoite.
Em noites abertas é possível observar as luzes da cidade do Rio de Janeiro e a Baixada Fluminense.

Petrópolis / Castelo do Açu

07km / 06 horas

 

 

Sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos – Petrópolis – Início da trilha

 

 

Cachoeira Véu de Noiva

 

 

Pedra do Queijo

 

 

Castelos do Açu

 

 

Visual da trilha

 

 

Fim do primeiro dia – Camping no Abrigo Açu

 

 

Segundo dia

Após o espetáculo do nascer do sol atrás da Serra dos Órgãos, inicia-se o segundo dia de caminhada. A caminhada é quase toda nos campos de altitude, formação vegetal de pequeno porte que, no Estado do Rio de Janeiro, só ocorre na Serra dos Órgãos, em Itatiaia e no Parque Estadual do Desengano.

Seguindo na direção leste chega-se ao Morro do Marco após cerca de 30 minutos. O local é facilmente identificado pela pirâmide de pequenas pedras que dá nome ao morro.

No Morro do marco é possível pegar uma variante da trilha e conhecer os Portais de Hércules, uma espécie de mirante na beira das vertentes mais inclinadas da Serra dos Órgãos, com bela visão do vale da Morte.

Descendo o Morro do Marco, em cerca de 30 minutos chega-se ao Vale da Luva, local coberto pela interessante mata nebular, com grande abundância de plantas epífitas, entre as quais destacam-se orquídeas endêmicas da Serra dos Órgãos. O Vale é cortado por um pequeno riacho onde é possível se refrescar e encher os cantis.

Em seguida inicia-se a subida do Morro da Luva. O cume é atingido em cerca de 30 minutos. Após a descida em superfície rochosa, onde a trilha não é bem marcada e o risco de se perder em dias de neblina é alto, chega-se à Cachoeirinha (mais 30 minutos), local com água abundante e ponto recomendado para descanso.

A subida do Elevador, logo após a Cachoeirinha, é uma escada de ferro que exige equilíbrio para passar com mochilas cargueiras. Na seqüência chega-se, após cerca de 40 minutos, ao Morro do Dinossauro, um dos pontos mais altos do parque, de onde já é possível avistar a Pedra do Sino, o Vale das Antas e a Pedra do Garrafão. A descida até o Vale das Antas leva cerca de 40 minutos. No vale estão outras nascentes do Rio Soberbo e o local tem água o ano inteiro. O camping é proibido no local em função da fragilidade do ambiente e das nascentes do rio Soberbo.

Após mais uma subida íngreme chega-se ao Dorso da Baleia, em frente à vertente da Pedra do Sino. Do local é possível avistar a maior parede de escalada (bigwall) do Brasil, onde estão as vias Franco-Brasileira e Terra de Gigantes. Após uma decida técnica do trecho conhecido como Mergulho, uma espécie de grota, inicia-se a subida do paredão que leva à Pedra do Sino. A subida é íngreme e a passagem conhecida como Cavalinho é o ponto mais perigoso da travessia, para ambos os trechos é necessário portar equipamentos de segurança de escalada, como cadeirinha mosquetões fitas e corda.

Após o Cavalinho, o montanhista segue por uma estreita trilha que contorna a Pedra do Sino até encontrar a trilha de subida para o cume, ponto culminante da Serra dos Órgãos (2.263m). Dependendo da hora de chegada neste ponto, pode-se optar pela subida ao cume ou descida para montar o acampamento ou se instalar no abrigo da Pedra do Sino (Abrigo 4). Éproibido acampar no cume da Pedra do Sino.

A subida até a Pedra do Sino à noite é altamente recomendável, principalmente em noites de tempo bom. A vista da cidade do Rio de Janeiro à noite é impressionante e vale o passeio.

Castelos do Açú / Pedra do Sino

10 km / 07 horas

 

 

Nascer do sol

 

 

Morro do Marco

 

 

Portais de Hércules

 

 

Morro da Luva

 

 

Elevador

 

 

Morro do Dinossauro

 

 

Dorso da Baleia

 

 

Pedra da Baleia

 

 

Subida do Cavalinho

 

 

Pedra do Sino

 

 

Pôr do sol na Pedra do Sino

 

 

Fim do segundo dia – Camping no Abrigo Quatro

 

 

Terceiro dia

O percurso do terceiro dia inclui apenas a descida da Pedra do Sino até a Sede Teresópolis do PARNASO. São 11 Km de descida relativamente suave com belas vistas do município de Teresópolis e do Parque Estadual dos Três Picos. Recomenda-se uma nova subida ao cume da Pedra do Sino para admirar o nascer do sol.
Abaixo da cota 2000m, a estrutura da vegetação começa a mudar. O campo de altitude é substituído por uma mata nebular, com grande quantidade de bromélias e orquídeas. A trilha sombreada pela mata passa pelas ruínas do antigo Abrigo 3, local de descanso com mirante. Os vestígios do antigo Abrigo 2 são difíceis de reconhecer em meio à vegetação.
Uma alternativa para aqueles que desejam mais aventura é fazer outras trilhas com acesso a partir do Abrigo 4, como a trilha do Garrafão, antes de descer.
Na descida passa-se por duas cachoeiras, com destaque para a Véu da Noiva de Teresópolis com cerca de 16 metros de queda.

Pedra do Sino / Teresópolis

11 km / 06 horas

 

 

Nascer do sol na Pedra do Sino

 

 

Mirante

 

 

Mirante do Inferno

 

 

Cachoeira do Papel

 

 

Cachoeira Véu da Noiva

 

 

Chegada na sede do Parque em Teresópolis

 

 

Teresópolis

Finalizaremos a travessia no sábado a tarde, nosso ônibus estará nos hosperando para irmos nos hospedar no hotel em Teresópolis.
Noite do sábado e manhã do domingo livres para passeios pela cidade.
Após o check-out no hotel e almoço em restaurante voltaremos para Montes Claros.

Sugestões de passeios

 

 

Palacete Granado

 

 

Igreja de Santa Tereza

 

 

PERGUNTAS FREQUENTES

Quanto iremos caminhar no total?

Primeiro dia: 07 km – 05 horas de caminhada
Segundo dia: 10 km – 07 horas de caminhada
Terceiro dia: 11 km – 06 horas de caminhada

Caminhadas sempre com paradas em atrações, descansos, banhos, alimentações.

Total em caminhadas: 28 km

 

Há carregadores?

Não, cada um deve levar seus pertences, barracas, roupas, alimentação para os três dias.

 

O que levar?

Itens de Camping
Uma mochila cargueira, um saco de dormir, uma barraca, um bastão de trekking – opcional (não é essencial), uma capa de chuva, uma garrafa d’água, uma lanterna, sacos plásticos de tamanhos variados (para lixo, roupa suja, roupa molhada e para impermeabilizar a mochila e tudo o que estiver dentro), alimentação para três dias.

 

Roupas de trilha
Duas calças de caminhada ou calça-bermuda, uma bermuda ou short, um casaco corta-vento impermeável, camisas dry-fit próprias para trilha, se preferir camiseta de manga longa com proteção solar, roupa de banho para tomar banho de rio e cachoeira, um gorro, uma luva, uma bota de trekking ou tênis, um chinelo, chapéu com abas laterais.
Não tem tomadas de energia durante a travessia. Levar carregador portátil.

 

Higiene Pessoal
Sabonete, pente, desodorante, escova de dente, pasta de dente e fio dental, protetor labial, papel higiênico, toalha.

 

Trickets

Caso o cliente desista de fazer a travessia após a compra dos bilhetes de acesso, o mesmo perde este valor, pois os bilhetes são intransferíveis. Regras do Parque.

 

Como é o clima durante a travessia?

Estaremos indo em agosto, mês que menos chove durante a travessia, mas a noite pode fazer temperaturas próximas de 0ºC.

 

Posso dormir nas camas dos abrigos do parque?

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos não está recebendo visitantes nos abrigos temporariamente, sem previsão de retorno.

 

Programação

Conheça todo o roteiro da nossa viagem:

16/08

21:00 – Saída destino Petrópolis

17/08

12:00 – Almoço em restaurante na cidade
13:00 – Hospedagem no hotel em Petrópolis
Tarde e noite livres para passeios pela cidade

18/08

07:00 – Café da manhã estará servido no hotel
07:30 – Saída destino Parque Nacional da Serra dos Órgãos
08:00 – Início da travessia
15:00 – Chegada no abrigo do Parque
Descanso e noite livre

19/08

05:20 – Nascer do sol próximo ao abrigo (opcional)
07:30 – Segundo dia da travessia
Abrigo Açu / abrigo Quatro
15:00 – Chegada no abrigo Quatro
Descanso e noite livre

20/08

05:20 – Nascer do sol próximo ao abrigo (opcional)
07:30 – Terceiro dia da travessia
Abrigo Quatro / Sede do Parque – Teresópolis
15:00 – Chegada na sede do Parque
15:30 – Saída destino hotel
16:00 – Hospedagem no hotel em Teresópolis
Tarde e noites livres para passeios pela cidade

21/08

07:30 – Café da manhã estará servido
Manhã livre para passeios pela cidade
12:00 – Check-out no hotel e almoço em restaurante próximo
13:00 – Volta para Montes Claros

22/08

04:00 – Expectativa de chegada em Montes Claros

Confirmação e Pagamento

Investimento(valor por pessoa)

R$990,00

Confirme sua vaga aqui!

dividimos em parcelas sem juros até 05 dias para o dia da viagem
ou em até 12 vezes com acréscimos no cartão de crédito.

Nos valores estão inclusos:

  • Transporte em microônibus Montes Claros / Petrópolis
  • Transporte em microônibus Teresópolis / Montes Claros
  • Translados pelas atrações do roteiro
  • Hospedagem com café da manhã uma diária em Petrópolis
  • Hospedagem com café da manhã uma diária em Teresópolis
  • Ingresso para travessia – R$ 72,00
  • Taxas de camping para duas noites
  • Guia local credenciado pelo Parque
  • Guias acompanhantes da nossa agência
  • Ímã personalizado da viagem

Colecione momentos com a Montes Claros Ecoturismo!

Participe desta viagem e ganhe de brinde um ímã personalizado deste roteiro!

Em caso de desistência:

Em caso de cancelamento por iniciativa do passageiro, de acordo com a deliberação normativa nº 161 de 09 de agosto de 1985 da EMBRATUR, consideraremos as condições abaixo:

 

Obs. 01: Em todos os casos abaixo só cobraremos a multa caso não conseguirmos colocar outro cliente no lugar. Quando o cliente pede o cancelamento seguiremos a lista de espera da viagem como também postaremos as vagas em nossas redes sociais, caso conseguirmos colocar outro cliente no lugar, não haverá cobrança das multas.

Obs. 02: Caso deseje o cancelamento da viagem procure nos informar o quanto antes para uma maior chance de conseguirmos passar a vaga para outro cliente.

Obs. 03: O contratante poderá colocar outra pessoa no lugar com o prazo máximo de até 96 horas úteis para a data da viagem.

 

a) 15% caso a rescisão seja feita até 31 dias ou mais para a data da viagem;
b) Pagará uma multa de 30% sobre o valor do contrato caso a rescisão seja feita entre 30 e 20 dias para a data da viagem;
c) Pagará uma multa de 40% sobre o valor do contrato caso a rescisão ocorra entre 19 e 11 dias para a data da viagem;
d) Sem restituição do valor do contrato caso a rescisão ocorra em prazo igual ou menor que 10 dias para a data da viagem.

 

 

 

 

Fale com a gente! :)